domingo, julho 09, 2006

melhorar para pior

Ouvi a a frase de um amigo : "quando não tinha dinheiro era mais feliz. Será? Fiquei me perguntando. Mas logo agora que ele sempre tem as contas de casa em dia, tem um negócio próspero que é só seu, consegue trocar o carro de três em três anos, compra quase tudo o que quer. Parei, pensei esse camarada deve tá me gozando. E a conversa fluiu e comecei a observar o jeito do meu amigo sempre tão bem humorado, sorrindo para todos,feliz de estar no bar da esquina e de qualquer esquina tomando o chope gelado coma turma, sempre achando que alguma hora as coisas iriam melhorar não só para ele, como para os que o rodeavam. Feliz , no quarto sala que morava, no seu carro velho , coma descarga amarrada e que roncava como um carro turbinado. Vestia-se sempre com seu velho jeans, companheiro de muitas baladas, sua camiseta surrada e sua inseparável sandália.
Hoje vestido em um visual mais formal , roupas e sapatos sociais, as piadas e sorriso saem de uma maneira mais forçada. A expressão facial mais tensa bem diferente da que conhecia anos atrás , parece o tempo todo preocupado com o que tem para fazer daqui há algumas horas , no dia ,na semana e nos meses seguintes.
Senti satisfação e orgulho dele, pela sua perseverança e por ter lutado muito até construir tudo o que ele tem. Por outro lado fiquei triste em perceber que pairava em mim um olhar perdido de alguem não tão satisfeito com o que possuía , parecia que sua vida tomou um rumo sem volta e que ele não consegue mais segurar o leme, deixando ele levá-lo para um lugar distante que não se sabe onde fica.
É como se uma pessoa que tem um utensílio doméstico que tem multifunções e só sabe usar uma dessas, pois só uma delas basta. Ma isto não é verdade pois é ela que tem medo do que uma nova função possa causar dentro de sua "nova" vida , pode ser que ele te reporte a algo passado e você não pode mais trilhar esse caminho , pois ele já foi desconstruído.
Puxa ,vida! Será que não para conciliar as coisas boas que o dinheiro proporciona. É fato que os negócios precisam de sua mão forte para melhor conduzí-lo , mas não há um tempo para que você possa colocar suas velhas sandálias e dar uma volta na , praça, na praia, ouvir uma boa música ,encontrar os velhos amigos e apenas relaxar se divertir, pois a vida também é isso. Por que se naõ você vai ficar como uma velha frase do Garcia Marquez : "... melhorar para pior."
Nem tudo é mentira.

2 comentários:

  1. Bravo!!!

    Tenho certeza de que essas crônicas vão fazer sucesso lá no jornal ;-)

    Desejo boa sorte em sua empreitada como cronista profissional. Que chique!

    ResponderExcluir
  2. ale pimenteljulho 23, 2006

    Gostei, Gostei muito. Passei o fds de cama (gripe), mas foi bom pq li suas crônicas.

    ResponderExcluir